• Ação popular interrompe processo de construção de 200 casas da CDHU

  • Sem freios

  • Campanha do Agasalho

  • Maio já é o segundo mês mais chuvoso do ano

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 1 Ação popular interrompe processo de construção de 200 casas da CDHU
  • 2 Sem freios
  • 3 Campanha do Agasalho
  • 4 Maio já é o segundo mês mais chuvoso do ano
  • 5 Seis furtos no fim de semana
  • 6 Alcoolizado e na contramão
  • 7 Aposentada de 71 anos paga R$ 2 mil a golpista
  • 8 Surpreendido por três ladrões
  • 9 Prefeito aumenta ‘um tiquinho’ proposta aos servidores
  • Ação popular interrompe processo de construção de 200 casas da CDHU

    Uma ação popular movida pelo ex-procurador da Prefeitura, Rodrigo Guimarães Nogueira, com pedido de liminar, suspendeu o processo administrativo entre a Prefeitura e a CDHU, no que diz respeito à cessão de uma área para a construção de 200 unidades habitacionais.

    As casas estavam previstas para serem construídas no Jardim União. A Prefeitura, em processo autorizado pela Câmara, deu uma área municipal no Jardim Morumbi em troca de outra no Jardim União. A diferença de valor foi compensada pela dimensão dos terrenos. A liminar foi concedida na véspera da assinatura da escritura.

    Na ação, o ex-procurador alega que o projeto de lei não especifica que a área vai ser usada pela CDHU. A Prefeitura, por sua vez, afirma que as informações estão na justificativa do projeto enviado à Câmara, na qual explica que a área vai ser permutada para possibilitar a construção das 200 casas. Outro questionamento é que não há documento nenhum provando que a CDHU vistoriou a área e tem interesse em construir 200 casas em Lins. A administração sustenta que os técnicos vieram e emitiram um laudo de que a área era viável para a construção das casas. O procurado aponta, ainda, que a área do Jardim Morumbi é institucional e não poderia ter sido desafetada. A Prefeitura rebate que houve uma troca com outra área livre, o mesmo bairro, para poder fazer a negociação.

    O município entrou com um agravo no Tribunal de Justiça para tentar derrubar a liminar e aguarda a posição do Judiciário.

    Há informações de que a família proprietária da área do Jardim União iria solicitar uma audiência de conciliação.

    Leia Mais
  • Sem freios

    Um Voyage caiu no córrego Campestre sábado, dia 20, por volta das 20 horas. O veículo estava estacionado na rua Paulo Giraldi e desceu em marcha à ré. O motorista contou à Polícia que puxou o freio de mão ao descer do carro, só que por alguma razão o dispositivo apresentou falha e o veículo se movimentou. A cena atraiu a curiosidade de muitas pessoas. Um caminhão guincho retirou o carro da calha do córrego que, naquele momento, estava raso.

    Na foto - Susto: carro sem freios cai no córrego Campestre (Cred. J. Serafim)

    Leia Mais
  • Campanha do Agasalho

    Realizado na noite de quinta-feira, o Show de Prêmios em prol da Campanha do Agasalho 2017 atraiu cerca de mil pessoas à Abcel, segundo os organizadores. O evento é promovido pelo Fundo Social de Solidariedade, com o apoio da Sabesp e colaboradores. Os organizadores ainda não divulgaram o montante arrecadado, mas o valor será usado na aquisição de agasalhos para famílias cadastradas no Fundo Social.

    Leia Mais
  • Maio já é o segundo mês mais chuvoso do ano

    Até domingo, dia 21, já havia chovido 171,5 milímetros (litros por metro quadrado), segundo dados da Defesa Civil de Lins. Isso torna maio de 2017 o maio mais chuvoso desde 2013 e o segundo mês mais chuvoso do ano.

    Apesar da chuvarada do fim de semana, os danos foram de pequena monta, segundo relatório da Defesa Civil. Houve queda de muro e de árvores, sem vítimas.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Seis furtos no fim de semana

    Um servente de 28 anos foi preso em flagrante domingo à noite após furtar três litros de cerveja, no Parque das Américas. Seis refletores de Led foram subtraídos do hangar seis no aeroporto Lucas Nogueira Garcez, de onde também foi furtado um hidrômetro. Duas baterias de caminhão foram furtadas na Vila Alta. Vários materiais e guarnições foram levados de uma construção na rua Rui Barbosa.

    Até uma igreja, no bairro do Rebouças, foi atacada e ficou sem equipamentos de som e aparelhos eletrônicos. Por fim, levaram uma moto, em Guaiçara.

    Ao todo foram seis furtos computados pelo Debate nas ocorrências policiais do fim de semana.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Alcoolizado e na contramão

    Um tratorista de 34 anos foi pego quando trafegava na contramão pela rodovia Marechal Rondon. O teste do bafômetro deu positivo e ele teve de pagar mil reais de multa para não ser preso. Ainda assim, além de ter a CNH apreendida, ele vai ter que pagar uma multa no valor de R$ 2.934,70.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Aposentada de 71 anos paga R$ 2 mil a golpista

    Aconteceu de novo. Apesar dos inúmeros alertas, mais uma pessoa foi vítima do “golpe do sobrinho”, que tem sido aplicado em Lins com grande frequência.

    Uma aposentada de 71 anos perdeu R$ 2 mil. Ela depositou o dinheiro em um caixa eletrônico, na conta de um estranho, acreditando que o dinheiro seria usado para ajudar o parente que supostamente havia sofrido um acidente de automóvel e estava ferido. Algum tempo depois de receber a ligação e fazer o depósito, a aposentada entrou em contato com a irmã e descobriu ter caído no golpe. 

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Surpreendido por três ladrões

    Um comerciante de 48 anos foi roubado dentro de casa, no bairro do Ribeiro, por três homens armados de faca. O trio fugiu com a Saveiro da vítima, na qual carregaram um televisor de 47 polegadas. Eles furtaram também duas pistolas airsoft. O veículo foi localizado algumas horas depois.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Prefeito aumenta ‘um tiquinho’ proposta aos servidores

    O presidente do Sinfusp, Paulo Estevão, informou ontem no final da tarde que o prefeito Edgar melhorou em 0,5% a proposta de reajuste da categoria. Assim, ficaria 1,5% retroativo ao mês de abril, mais 1% em setembro e o compromisso de negociar futuramente mais 2,36% para chegar ao índice da inflação pelo IGPM, de 4,86%. O vale-alimentação passaria de R$ 178,00 para R$ 220,00.
    A nova proposta será apreciada pela categoria em assembleia marcada para sexta-feira, dia 26, com primeira chamada às 11 horas, na garagem da rua Brasil, bairro do Junqueira. Paulão adiantou que negocia com a Prefeitura o desconto proporcional do vale-alimentação. Hoje, com uma falta, mesmo que apresente atestado médico, o servidor deixa de receber naquele mês.

    Leia Mais

Procure seu Artigo

ELEIÇÕES 2016

vereadores 2016

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44