• MP move ação contra Edgar por causa do SIF

  • Beisebol em destaque

  • Semana de inaugurações

  • Prefeito excluirá secretários de corte no salário em 2017

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 1 MP move ação contra Edgar por causa do SIF
  • 2 Beisebol em destaque
  • 3 Semana de inaugurações
  • 4 Prefeito excluirá secretários de corte no salário em 2017
  • 5 Atrasos da União paralisam obras no município
  • 6 Observatório Social do Brasil se reúne hoje na OAB
  • 7 Polícia identifica e prende ladrão de posto
  • 8 Prefeitura remarca concurso
  • 9 Judiciário em guarda
  • MP move ação contra Edgar por causa do SIF

    Uma ação movida pela promotora Noêmia Damiance determina que a Prefeitura encerre o convênio com o SIF (Serviço de Inspeção Federal), mantido pelo município no frigorífico da JBS. O prefeito Edgar, por sua vez, afirma que o convênio é de fundamental importância para a manutenção da indústria no município. “Se encerrarmos o convênio, fecha o frigorífico. Vou responder a uma ação civil pública por crime de responsabilidade, porque o MP entende que não pode. Se eu romper o convênio, o frigorífico para de funcionar. São milhares de empregos. É um convênio do município com a Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária que existe há muitos anos”, explicou.
    O dinheiro pago pela Prefeitura é ressarcido posteriormente pela empresa ao município.

    Na foto - Convênio da Prefeitura é com a Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento para manter os fiscais do SIF. MPF também move ação contra o Ministério da Agricultura pedindo o fim desse tipo de acordo (Créd. Divulgação/MAPA)

    Leia Mais
  • Beisebol em destaque

    Rafael faz arremesso durante partida do 7º Torneio de Beisebol Toshio Yamauti (foi um grande colaborador) realizado sábado, dia 3, com a presença das delegações de Tupã, Birigui, Aliança e Máquina de Lins. O beisebol de Lins este ano chegou à semifinal do
    Campeonato Paulista e ficou em terceiro no Brasileiro.

    Foto: Emerson Secco

    Leia Mais
  • Semana de inaugurações

    Uma loja de roupas e afins no calçadão, uma galeria na avenida Arquiteto Luís Saia e uma agência da Credicitrus são as principais novidades de Lins esta semana. Brevemente, a Cardil também vai inaugurar sua nova loja na avenida Nicolau Zarvos. Apesar da crise, a cidade está recebendo importantes investimentos.
    É o caso da Credicitrus, que construiu um prédio novo na rua Dom Bosco, em frente à igreja matriz de Dom Bosco. Fundada em 1983, na cidade de Bebedouro (SP), é a maior organização de sua categoria do Brasil com mais de 75 mil cooperados e 54 filiais no estado de São Paulo e no Triângulo Mineiro.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Prefeito excluirá secretários de corte no salário em 2017

    O prefeito Edgar de Souza informou ontem que excluirá os secretários municipais do decreto que reduz em 10% os vencimentos de prefeito, vice e funcionários comissionados. A razão de deixar os secretários fora dessa é que a partir de 1º de janeiro eles terão uma redução de R$ 1,8 mil, uma vez que a Câmara fixou o valor em R$ 7 mil e atualmente eles ganham R$ 8,8 mil.
    Segundo Edgar, a economia gerada com a medida adotada em setembro de 2015, considerando o período acumulado até novembro 2016, chega a R$ 514 mil.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Atrasos da União paralisam obras no município

    A crise econômica está afetando a execução de obras já iniciadas ou com processo burocrático concluído. O exemplo mais rumoroso é o do gramado do Gilbertão, para o qual o município deveria ter recebido R$ 497 mil. Mas existem outras obras, cujo efeito comunitário são mais relevantes do que o gramado, paradas também. “Não liberaram a segunda parcela do asfalto do bairro Ana Carolina e nem a primeira parcela do asfalto do bairro Santa Maria.”, revelou o prefeito Edgar de Souza. Em busca de mais recursos federais, a Prefeitura de Lins acompanhou outros municípios e também ajuizou ação contra o governo federal para ter participação nos recursos obtidos pela União com a multa cobrada pela repatriação. Lins recebeu R$ 1,7 milhão referente à repatriação do valor principal.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Observatório Social do Brasil se reúne hoje na OAB

    Será hoje, às 19 horas, na sede da OAB de Lins a reunião do Observatório Social do Brasil, espaço destinado à apresentação e discussão de propostas que visem melhorar a gestão pública. O lema do encontro é “Venha transformar sua indignação em atitude!”.

    Leia Mais
  • Polícia identifica e prende ladrão de posto

    Está preso o homem que roubou um vigilante, depois de ameaçá-lo com uma faca, em um posto de combustíveis no dia 28 de novembro. O crime foi registrado pelas câmeras de segurança. O rapaz, de 28 anos, foi reconhecido pelos investigadores, uma vez que já tinha outras passagens pela Polícia. Ontem pela manhã, depois de ter a prisão decretada, ele se apresentou na companhia de advogado, confessou o crime e foi enviado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Bauru.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Prefeitura remarca concurso

    Finalmente, depois de quatro meses, a Prefeitura anunciou as datas das provas do concurso municipal que foi cancelado em agosto.
    Prefeitura e Jota Consultoria chegaram a um acordo para que o concurso seja aplicado em três datas diferentes. Ao todo, são 22 cargos em disputa e 13.354 inscrições.
    Nesse período, a Prefeitura tentou contratar outra empresa, mas o prefeito se assustou com os preços. A comissão organizadora do concurso informou que não haverá novas inscrições, nem devolução da taxa de inscrição para quem não comparecer na data da aplicação das provas.

    Matéria completa na edição impressa.

    Leia Mais
  • Judiciário em guarda

    Juízes e promotores de Lins fizeram um protesto na quinta-feira, dia 1º, contra as alterações no Pacote Anticorrupção aprovado na madrugada de terça-feira pela Câmara dos Deputados. O juiz e diretor do Fórum local, Antônio Apparecido Barbi, classificou a decisão da Câmara de atentado contra o Poder Judiciário. “É um projeto de lei que procura dificultar muito o nosso trabalho, beneficiando pessoas que estão agindo à sombra da ilegalidade e auferindo resultados financeiros com isso”, afirmou.

    Matéria completa na edição impressa.

    Foto: Emerson Secco

    Leia Mais

Procure seu Artigo

ELEIÇÕES 2016

vereadores 2016

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42