Uma onda avassaladora de otimismo, que há muito não se experimentava, tomou conta do povo brasileiro desde a última sexta-feira. É a Olimpíada! Que imenso poder tem a juventude esportista em levantar o ânimo de uma nação machucada, desiludida e até assaltada pela corrupção quase generalizada de seus dirigentes. Paradoxalmente, o grande responsável pela vinda da Olimpíada à nossa nação, sequer foi citado e mesmo lembrado, mercê de seu suposto envolvimento nas falcatruas do Mensalão, Petrobras e outros mais. Aqui se faz, aqui se paga. Aliás, política e juventude esportista dificilmente combinam. O presidente brasileiro interino que o diga. A vaia que recebeu ao declarar abertos os Jogos Olímpicos só não foi maior por ter falado pouco. Foi o recado que a maioria dos brasileiros gostaria de ter dado à classe política. Apesar de nossos problemas e mazelas redobra-se o ânimo e passa-se a crer que o Brasil é bem maior que os seus males. A garra dos competidores nos mostra o caminho. Só com grande esforço, honestidade, persistência e amor venceremos. O brasileiro é criativo e realizador. Haja vista a repercussão favorável e elogiosa do espetáculo que proporcionou na abertura das competições. Coisa de cinema e de causar inveja ao grande e inovador Steven Spielberg.

            Na semana que antecede o Dia dos Pais, talvez a Olimpíada também tenha sido uma homenagem a eles. Todo pai é sobremaneira um competidor pela vida. À exemplo dos atletas, também luta por um lugar ao sol a fim de que sua família seja suprida e amparada, na esperança de que seus filhos também consigam subir no local mais alto do pódio da realização e da felicidade. Todo pai já começa o jogo da vida medalhado. Se ouro, prata ou bronze, não importa. Ao pai cabe apenas competir galhardamente. Nossas homenagens e cumprimentos a ele pelo seu Dia.

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45