Domingo, nove da noite. Bateu fome e procurei a mais badalada pizzaria da cidade. Estava lotada. Havia um só lugar numa mesa pra dois, localizada bem ao fundo. Que sorte, pensei. Sentei-me à frente de uma moça de pouco mais de 25 anos. Embora bela mostrava-se triste. Escondia uma lágrima furtiva no canto dos olhos. Sequer respondeu ao meu cumprimento levando automaticamente à boca seguidas garfadas de pizza. Arrisquei: ¨Dor de amor?¨. Parou de comer, olhou-me atentamente e permaneceu em silêncio. Cinco minutos depois, quando minha pizza chegou e comecei a cortá-la, voltou-se a mim e disse: ¨Vejo seus cabelos brancos, poderia até ser meu pai. O senhor deve ter muita experiência e talvez possa me ajudar a entender o porquê de eu não dar certo no amor. Por três vezes tentei ter um alguém, mas todos eram tranqueiras e não queriam assumir um compromisso mais sério. Depois de algum tempo, largavam-me sem explicações. Isso afetou minha autoestima fazendo-me sentir inadequada para amar e ser amada. O que há de errado comigo e mesmo com os homens que não sabem valorizar quem só tem amor para lhes dar?¨.

            Parei de comer a pizza por um instante e lhe respondi: ¨Talvez você tenha sido infeliz na escolha de seus namorados. Talvez também tenha sonhado com um príncipe encantado tornando-se presa fácil de um cafajeste. Mulheres que fantasiam um homem poderoso, sem nenhum tipo de questionamento, têm chances de se envolver com tranqueiras. Homens de verdade têm dúvidas, medos, podem ser frágeis e mesmo ter dias difíceis. A mulher que busca um homem idealizado tem mais chance de encontrar no cafajeste um par ideal. Isso persiste até quando ela tem a chance de aprofundar a relação, momento em que o cafajeste pula fora”. A moça se interessou: ¨Então é isso! Todos com que me relacionei até agora foram cafajestes e o último deles, com quem terminei hoje, foi um manipulador jogando toda culpa do final de nosso relacionamento em mim, responsabilizando-me pelo nosso fracasso amoroso. Como fui boba! Ele foi perspicaz, nada sincero, seduziu, traiu minha confiança e pulou fora para não encarar a responsabilidade e seriedade de uma relação”.

            Vi o sorriso voltar àquele rosto jovem e bonito. Daí em diante a conversa girou em torno de mim. Quis saber quantos filhos eu tinha e se me dava bem com minha esposa. E, sem mais nem menos, surpreendeu-me dizendo: ¨É, os homens feios são os melhores e mais felizes¨. Apertou-me a mão, se despediu e foi embora me deixando encucado com aquela ultima frase. Fiquei sem saber se ela fora uma crítica ou elogio. Preferi terminar minha pizza e voltar para os braços de quem me ama...

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45