A notícia explodiu como um tsunami na última sexta-feira! Frigoríficos, entre eles empresas de renome internacional como BRF e JBS, através de seus fiscais corruptos, emitiam certificados de qualidade para produtos com diversos tipos de fraude, como o emprego de carnes estragadas e substâncias que mascaravam o mau cheiro dos produtos que ainda continham tiras de papelão e, no caso das linguiças, cabeça de porco, componente proibido. A população ficou perplexa. Não podia aceitar que fizessem isso, que comprometessem a saúde pública em busca do lucro fácil e do enriquecimento ilícito. A revolta explodiu nas redes sociais e também em Doralice, 30 anos, caixa de um supermercado local, mãe solteira, dois filhos. Só sossegou quando sentiu firmeza nas autoridades federais e na direção dos frigoríficos implicados ao tomarem imediatas providências, com o afastamento da máfia dos fiscais corruptos e funcionários inescrupulosos. Doralice concluiu que, apesar do ocorrido, não iria mudar seus hábitos nem de seus filhos quanto ao consumo de carnes. Iria, isto sim, redobrar a atenção ao conferir e mesmo exigir o selo do SIF, ao comprar tão necessária fonte de proteína animal ao ser humano. Decisão tomada, assunto encerrado.

            Só uma coisa passou a encabular Doralice: a sigla SIF, Serviço de Inspeção Federal. Respeitada e acatada por todos, o carimbo com essa sigla proporciona a confiança e a certeza de que determinado produto para o consumo humano está em perfeito estado de qualidade, validade e conservação. Foi aí que o coração romântico e sonhador de Doralice pensou: e se no Amor também houvesse um serviço de inspeção que fiscalizasse e não permitisse a adulteração de tão nobre sentimento? Bolou mentalmente uma sigla para tal: SIS, ou seja, Serviço de Inspeção Sentimental. Talvez se algo assim existisse seriam evitadas fraudes tão graves quanto as detectadas pela operação carne fraca. Quantos há que prometem amor e felicidade e oferecem tão somente a falsidade, o desamor, a tristeza e a dor? Por duas vezes acreditou em um alguém que a abandonou sem nenhuma explicação, deixando-a com dois filhos para criar. Ah, se houvesse e funcionasse o SIS, as coisas poderiam ser bem diferentes...

            Absorta em tais pensamentos Doralice foi desperta de seus sonhos por uma freguesa colocando as compras que fizera à sua frente. Nelas, notou uma peça de contrafilé. Sorriu gostosamente ao notar que o produto tinha o selo do SIF...

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26