O papo surgiu na sala de espera de um consultório. Após o atendimento e enquanto aguardava a chegada da condução que me levaria para casa (estava demorando), outra paciente, talvez também entediada por esperar pelo atendimento, puxou conversa mostrando-se abismada com a dinheirama (mais de 51 milhões de reais) encontrada num apartamento em Salvador (BA) e que, segundo a polícia federal, pertencia ao político Gedel Vieira Lima, presumivelmente fruto de corrupção. Espantada, a moça filosofou: ¨Pra quê? Será que Gedel não tem noção de que um dia morrerá e deixará todas as riquezas e bens terrenos que venha a amealhar? Deve arder no inferno indo direto para os braços do capeta!...¨ Provoquei: ¨Mas será que céu e inferno existem?¨

            Arregalando os olhos, retorquiu: ¨Ah, existe uma lei na base do bate-volta, ou seja, o que se faz, se paga!.¨ Continuei: ¨Então, ele vai voltar a viver entre nós? Deus nos livre!¨ Rindo, a paciente completou: ¨Não sei, mas se você observar bem, verá que tudo que se faz se paga e tudo o que se planta, se colhe. É uma lei universal. Se ele vai voltar para a Terra ou arder no inferno, só o tempo dirá.¨ Continuei provocando: ¨Não acredito em céu e inferno. Acredito na lei do Amor e do Desamor. Ao morrermos, se tivermos culpa no cartório, iremos sentir em toda sua plenitude o Desamor de Deus para conosco. E você quer pior inferno que isso? Não precisamos de fogo, capeta, ranger dos dentes, pois abdicarmos egoisticamente da vida no Amor do Pai, castigo maior não há¨.

            Já minha amiga, sem que tivéssemos trocado sequer nossos nomes, interessada, informou que fazia Teosofia e que meu pensamento combinava com o de Santo Agostinho, o africano que se converteu aos quarenta anos e foi um dos luminares da Igreja. Talvez haja coincidência entre o pensar dele e o meu, mas isso me veio instintivamente, do fundo de minha alma e me conduz pela vida até hoje. Se bate com o de Agostinho, tanto melhor.

            A conversa iria se espichar, mas minha condução chegou e lá fui eu pra casa, lamentando não poder dar continuidade a tão gostoso papo. No entanto, foi proveitoso e com ele muito aprendi.

            Papo de consultório também é cultura, não é?...  

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45