Embora pareça ser um tanto desligado, sempre fui atento observador das pessoas e das coisas que as cercam. E tenho constatado que, não importando a idade, todos nós queremos ser bem aceitos na família, no grupo, na profissão e na sociedade. Toda pessoa sente que é necessário sentir-se bem acolhida. Até os animais precisam disso. Mesmo eles sentem que precisam ser bem acolhidos. Imagine então o ser humano.

            O que deve fazer um rapaz para sentir-se bem acolhido pela família? O que deve fazer a mãe para sentir-se bem em sua família, em sua tarefa de mãe? O que deve fazer um professor para ser bem aceito pela turma de alunos? São perguntas que constantemente nos fazemos e que se acentuam nesta época de Natal, a festa cristã que cultua a paz e o bom relacionamento entre os seres humanos. Será que existe uma fórmula para se bem relacionar?

            Existe sim um segredo, aliás, muito antigo e sempre atual. Ele é possível para todo ser humano, mas ao mesmo tempo muito difícil e pouco colocado em prática. Quem quiser ser bem acolhido, bem recebido em qualquer situação e ambiente (família, escola, trabalho e sociedade), deve colocar-se a serviço. Veja bem: ¨colocar-se a serviço¨. É só isso, nada mais. No entanto, exige tudo, exige AMOR.

O marido que ajuda a mulher a lavar a louça, está colocando-se a serviço. O professor que dá tudo de si para que os alunos aprendam, está colocando-se a serviço. Toda pessoa que se esquece de si, de seu egoísmo e que vai além do que é seu dever, está colocando-se a serviço. Quem se coloca a serviço, que está sempre a serviço dos outros, é uma pessoa que se sente bem e que sempre tem o que fazer. A solidão que castiga muita gente provém da pessoa não se colocar a serviço do outro.

Está aí uma sugestão que não é minha e não é de nenhum de nós, mas de Cristo que se colocou integralmente a serviço da humanidade. Não seria esta uma das lições que o Natal nos ensina e cobra?...

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32